Devo usar dois aparelhos auditivos ou somente um?

Existem protocolos de adaptação de próteses auditivas que determinarão o uso unilateral ou bilateral de aparelhos auditivos. Eles levam em consideração o tipo, grau da perda auditiva e a causa dessa perda auditiva.

Mas, em geral, quando temos perda auditiva simétrica bilateral, o uso de prótese auditiva costuma ser bilateral, ou seja, em ambas as orelhas.

Isso porque várias pesquisas relatam que o uso funcional de ambas as orelhas refletem numa melhor compreensão de fala em ambientes com ruído e reverberantes, menor esforço do cérebro em processar o som, além do fato que a função de localização sonora depende da possibilidade de se perceber os sons de forma simultânea em ambas orelhas, ou seja, o cérebro analisa esse som a fim de determinar a sua posição, distância e elevação. O que não ocorrerá se adaptarmos o aparelho auditivo em apenas uma orelha.

Além disso, a estimulação de ambas orelhas com próteses auditivas, evitará os efeitos da privação auditiva que ocorre na orelha não adaptada com a prótese auditiva. Assim, o uso binaural de aparelhos auditivas ajudará na qualidade de som recebido em termos de clareza, redundância, somação binaural (onde o som é percebido de forma mais intensa, o que possibilita menor esforço na escuta), eliminação do efeito sombra da cabeça (que é a redução da intensidade do som quando esse som se move de um lado para outro da cabeça) e, também poderá ajudar na diminuição do zumbido naqueles pacientes que o possuem.

Dessa forma, sempre que possível, vale a pena priorizarmos a adaptação em ambas as orelhas portadoras de perda auditiva.

Referência Bibliográfica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *