Créditos da imagem: Clínica Coelho

Conhecendo o Zumbido

“22% dos moradores da cidade de São Paulo apresentam zumbido.”
(Braz. J. Otorrinolaringolista Março/Abril 2015)
.

Os sintomas podem comprometer qualquer faixa etária e sexo, com maior prevalência nos idosos (1/3 dessa população).

O zumbido ocorre quando o indivíduo tem a percepção de um som que não foi gerado no ambiente externo.

Pode interferir no sono, na concentração, nas emoções e na vida social, podendo ser relatado de várias formas:

  • Tipo pulsátil, clique, contínuo ou intermitente
  • Som de chiado, apito, cigarra, sirene, cachoeira, entre outros

Zumbido: O que fazer?

Observe em quais as situações que seu zumbido piora: Alimentos, estresse, medicação, etc..

  • Não ficar totalmente no silêncio, mantenha-se em ambientes que tenham um som de fundo de baixa intensidade
  • Tire a atenção no zumbido, se distraia com algo prazeroso
  • Investigar causas metabólicas
  • Procurar um especialista para elaborar o prognóstico mais adequado

Estas são algumas das ações que devem ser tomadas. Mas fique tranquilo, a Inova Audição tem as melhores soluções auditivas e sabe como resolver seu problema.

Causas do Zumbido

O zumbido pode ter várias causas

É importante esclarecer que o zumbido não é uma doença, e sim sintoma decorrentes de diversas possíveis causas.

É muito comum o zumbido vir por consequência de uma perda auditiva, mas pode ter várias origens:

  • Alterações do sistema auditivo
  • Alterações hormonais (hipotireoidismo)
  • Alterações cardiorrespiratórias
  • Alterações da ATM (articulação temporo-mandibular)
  • Alterações de coluna cervical
  • Alterações neurológicas
  • Alterações circulatórias
  • Alterações emocionais (estresse, depressão)
  • Alterações gastrointestinais (abuso de cafeína, intolerância a lactose, jejum prolongado, abuso de doces e carboidratos)

O tratamento do zumbido dependerá da sua origem, assim sendo, o médico necessitará de uma série de exames e uma avaliação global. Com esses dados, poderá prescrever medicamentos, solicitar restrição do uso de cafeína e doces, solicitar cirurgia, prótese auditiva, enriquecimento sonoro (TRT = terapia de habituação do zumbido e mascaramento), terapias energéticas e/ou comportamentais, entre outros.

Tratamento de Zumbido

Existem várias terapêuticas para o tratamento do zumbido. Mas, quando temos juntamente com o zumbido uma perda de audição, os tratamentos mais indicados são: terapia de retreinamento (TRT), gerador de som, mascaramento, e medicamentos.

Nosso programa de suporte a pacientes com zumbido inclui terapia sonora e aconselhamento e pode auxiliar pacientes que padecem desse sintoma o qual muitas vezes está associado com algum grau de perda auditiva.

A proposta da Inova Audição é através do uso de próteses auditivas e gerador de som remover ou diminuir a percepção do zumbido para facilitar o processo de habituação.

Segundo um estudo brasileiro postado na Revista Brasileira de Otorrinolaringologia na edição de setembro/ outubro 2004, onde pesquisou-se a eficácia da adaptação de prótese auditiva na redução ou eliminação do zumbido, concluiu-se que houve uma melhora estatisticamente significativa do zumbido com o uso da prótese auditiva (87,2% dos indivíduos testados), sendo que em 51% destes , o zumbido desapareceu completamente. E esses resultados ocorreram após três a oito meses de uso contínuo da prótese auditiva.

Referências

  • Braz. J. Otorrinolaringolista Março/Abril 2015
  • Moura, L.O.S.; Iório, M.C.M.; Azevedo, M.F. A Eficácia da adaptação de prótese auditiva na redução ou eliminação do zumbido. In: Rev. Bras. Otorrinolaringologia. Vol.70 nº5 São Paulo Setembri/Outubro, 2004
  • Vinagre, L.M.; Guariento, M.H. Tratamento clínico de zumbido primário em adultos e idosos: revisão sistêmica. In: Rev Soc Bras Clin Med. 2018 out-dez;16(4):249-54

FALE COM A GENTE!